Castelo e Sé

Quem somos

AMI: 123456789

Trata-se do coração da antiga Lisboa, no seu topo o Castelo S. Jorge e na sua encosta a catedral Sé. Os que aí vivem consideram-no um oásis e talvez tenham certa razão.
 
 
Para amadores de vistas lindas, Castelo oferece talvez a mais admirada. Assemelhado a uma aldeia dentro da cidade, Castelo tem um estatuto único. Claramente turístico, o bairro não deixa de contar entre os seus moradores, nomes sonantes da sociedade portuguesa e também alguns artistas inspirados. Antiquários e lojas de recordações são passagem obrigatória para os passageiros da nova atracção do momento, o passeio em tuc-tuc. Castelo ou Sé conforme se queira chamar, dá ares a Montmartre em Paris.
 
 
 
Posto isto, é também certo que a logística quotidiana torna-se um pouco complicada pelo facto das ruas vertiginosas e da dificuldade de estacionamento para quem não é residente sobre tudo mas este bairro que parece tirado de um postal, encanta precisamente por essa aridez e esse estilo de vida boémia acessível apenas a uma minoria.
 
 
 
Existem pérolas, casas muito exclusivas com vista avassaladora devido à altura em que se encontra o bairro do Castelo. Mas poucos lisboetas querem lá viver pelo que são geralmente os turistas que fazem a vida desta zona da cidade. O arrendamento de curta duração é evidentemente uma aposta embora alguns casais menos novos se assustem com a localização. O potencial de valorização do bairro é incerto trata-se essencialmente de acreditar ou não no amor à primeira vista.
 
 
Trata-se do coração da antiga Lisboa, no seu topo o Castelo S. Jorge e na sua encosta a catedral Sé. Os que aí vivem consideram-no um oásis e talvez tenham certa razão.
 
 
Para amadores de vistas lindas, Castelo oferece talvez a mais admirada. Assemelhado a uma aldeia dentro da cidade, Castelo tem um estatuto único. Claramente turístico, o bairro não deixa de contar entre os seus moradores, nomes sonantes da sociedade portuguesa e também alguns artistas inspirados. Antiquários e lojas de recordações são passagem obrigatória para os passageiros da nova atracção do momento, o passeio em tuc-tuc. Castelo ou Sé conforme se queira chamar, dá ares a Montmartre em Paris.
 
 
 
Posto isto, é também certo que a logística quotidiana torna-se um pouco complicada pelo facto das ruas vertiginosas e da dificuldade de estacionamento para quem não é residente sobre tudo mas este bairro que parece tirado de um postal, encanta precisamente por essa aridez e esse estilo de vida boémia acessível apenas a uma minoria.
 
 
 
Existem pérolas, casas muito exclusivas com vista avassaladora devido à altura em que se encontra o bairro do Castelo. Mas poucos lisboetas querem lá viver pelo que são geralmente os turistas que fazem a vida desta zona da cidade. O arrendamento de curta duração é evidentemente uma aposta embora alguns casais menos novos se assustem com a localização. O potencial de valorização do bairro é incerto trata-se essencialmente de acreditar ou não no amor à primeira vista.
 
 
Trata-se do coração da antiga Lisboa, no seu topo o Castelo S. Jorge e na sua encosta a catedral Sé. Os que aí vivem consideram-no um oásis e talvez tenham certa razão.
 
 
Para amadores de vistas lindas, Castelo oferece talvez a mais admirada. Assemelhado a uma aldeia dentro da cidade, Castelo tem um estatuto único. Claramente turístico, o bairro não deixa de contar entre os seus moradores, nomes sonantes da sociedade portuguesa e também alguns artistas inspirados. Antiquários e lojas de recordações são passagem obrigatória para os passageiros da nova atracção do momento, o passeio em tuc-tuc. Castelo ou Sé conforme se queira chamar, dá ares a Montmartre em Paris.
 
 
 
Posto isto, é também certo que a logística quotidiana torna-se um pouco complicada pelo facto das ruas vertiginosas e da dificuldade de estacionamento para quem não é residente sobre tudo mas este bairro que parece tirado de um postal, encanta precisamente por essa aridez e esse estilo de vida boémia acessível apenas a uma minoria.
 
 
 
Existem pérolas, casas muito exclusivas com vista avassaladora devido à altura em que se encontra o bairro do Castelo. Mas poucos lisboetas querem lá viver pelo que são geralmente os turistas que fazem a vida desta zona da cidade. O arrendamento de curta duração é evidentemente uma aposta embora alguns casais menos novos se assustem com a localização. O potencial de valorização do bairro é incerto trata-se essencialmente de acreditar ou não no amor à primeira vista.
 
 
ATENÇÃO Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

AceitarComo configurar